Ovários policísticos podem causar transtornos à saúde

Algumas mulheres, ao contrário da maioria, não apresentam um ciclo menstrual regular. A primeira coisa que percebem é que o intervalo entre uma menstruação e outra geralmente é muito mais longo que o normal, podendo chegar a meses. Também relatam o aparecimento de acne, aumento da oleosidade da pele, pelos no corpo e ganho de peso. A medicina explica: trata-se de um caso típico de ovários policísticos.

O ginecologista da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Wagner J. Gonçalves, esclarece que os ovários policísticos não são uma doença e sim, uma síndrome, caracterizada pela anormalidade do eixo endócrino da mulher. “Ela produz estrogênio, mas não tem ovulação e os folículos ficam parados”, esclarece. Decorre daí o desenvolvimento de vários pequenos cistos nos ovários.

De acordo com o especialista, todo o conjunto de sintomas associados a essa síndrome está intimamente relacionado a um aumento da produção de hormônios androgênios (masculinos). Esses hormônios são produzidos em pequena quantidade por toda mulher durante o ciclo menstrual e têm papel fundamental no aumento da libido durante a fase ovulatória, período no qual ela precisa despertar o desejo para o encontro sexual.

“A medicina ainda não identificou o que causa essa anormalidade. Pesquisas recentes estudam inclusive se existem modificações genéticas envolvidas. Mas, por enquanto, não há nada de concreto”, afirma.

Gonçalves explica também que a Síndrome dos Ovários Policísticos habitualmente se manifesta em mulheres mais jovens, logo após a primeira menstruação. Mas alerta que, apesar de não ser uma doença de fato, inspira cuidados, porque induz problemas bem mais sérios, como obesidade e diabetes.

Quem tem ovários policísticos, por não ovular com regularidade, pode ainda apresentar dificuldade em engravidar. Porém, a maioria das mulheres responde muito bem aos medicamentos indutores de ovulação. Eles são administrados por via oral e conseguem corrigir as anomalias endócrinas, permitindo que boa parte das mulheres engravide.

Para aquelas que, mesmo assim, não conseguem, existem outras táticas, como a fertilização in-vitro ou a cauterização laparoscópica. Este último é um procedimento cirúrgico no qual são feitas três pequenas incisões na parede abdominal para cauterizar os cistos. Com isso, muitas mulheres começam a menstruar regularmente até a menopausa.

É possível tratar
Gonçalves explica que é possível e bastante simples tratar a Síndrome dos Ovários Policísticos. São várias condutas disponíveis. Uma delas é o uso de substâncias antiandrogênicas que diminuem a produção em excesso desses hormônios masculinos. A pílula anticoncepcional é um exemplo.

Outra alternativa igualmente eficaz é o uso da metformina, um medicamento administrado originalmente para o tratamento do diabetes mas que apresenta bons resultados no controle dos ovários policísticos.

Por fim, o especialista recomenda a perda de peso como conduta essencial no tratamento. “Quando a mulher emagrece, seu organismo se equilibra como um todo, e a menstruação também começa a acontecer com mais regularidade”, afirma.

http://yahoo.minhavida.com.br/conteudo/12681-Ovarios-policisticos-podem-causar-transtornos-a-saude.htm

ESPERO QUE TENHAM GOSTADO BEIJOS!

Anúncios
Publicado em CORPO, SAUDE | Marcado com | 1 Comentário

Clássico da beleza, batom vermelho é o principal hit do Inverno 2011

 

  • Democrático, o batom vermelho cai bem em negras, loiras e morenas; na foto, as modelos usam o tom escolhido para o desfile da estilista portuguesa Ana Salazar Democrático, o batom vermelho cai bem em negras, loiras e morenas; na foto, as modelos usam o tom escolhido para o desfile da estilista portuguesa Ana Salazar
  • Marcos Costa ensina como escolher a cor ideal para cada tom de pele https://i2.wp.com/img.uol.com.br/ico_assistir.gif
  • Sinônimo de feminilidade e força, o clássico batom vermelho apareceu em inúmeros desfiles deste SPFW que acaba hoje (02) e, seja na versão mais molhadinha da passarela da Neon ao mais opacos como os do desfile de Ronaldo Fraga e Cori, se firmou como a principal aposta para o inverno que se aproxima.

    E, nesta temporada ele deve ser o protagonista absoluto no make. Pouca ou nenhuma sombra precisa acompanhá-lo. Se optar por usar alguma, as melhores escolhas serão pelos tons luminosos – com os marrons sutis do desfile Do Estilista, nada de preto para pesar o visual. Se não abrir mão do delineador, vá de traços mais geométricos, como o da passarela da NeonBatom vermelho é hit para o próximo inverno

    Foto 1 de 7 – Batom vermelho aberto com cobertura de gloss incolor foi um dos looks do desfile de Reinaldo Lourenço Patrícia Araújo/UOL

     

    Até a máscara de cílios sai um pouco de cena, o que, na opinião de Fabiana Gomes, maquiadora sênior da M.A.C, deixa o visual mais contemporâneo. Basta usar o curvex – que ajuda a abrir o olhar – e um pouco de máscara incolor é benvinda, apenas para segurar a curvatura dos cílios.

    Já a pele deve permanecer com aspecto natural e o uso da base deve ser apenas para uniformizar o tom e corrigir pequenas imperfeições, sem criar deixar o efeito muito matificado, denunciando a presença de produto.

    O iluminador, esse sim, não deve ser esquecido. Ele aparece nas têmporas, na ponte do nariz e no “arco do cupido”, aquele “v” acima da boca. Esse truque valoriza ainda mais o batom vermelho.

    ESPERO QUE TENHAM GOSTADO BEIJOS!

    FONTE http://estilo.uol.com.br/moda/ultimas-noticias/redacao/2011/02/02/classico-da-beleza-batom-vermelho-e-o-principal-hit-do-inverno-2011.htm

    Publicado em MAQUIAGEM | Marcado com | Deixe um comentário

    Saiba como realçar os olhos quando as marcas começam a aparecer

    • Maquiagem ajuda a realçar os olhos com marcasMaquiagem ajuda a realçar os olhos com marcas

    À medida que a idade avança, as imperfeições que sempre existiram parecem ganhar vida e se instalam no rosto com força total. É assim com manchas, sardas, rugas, olheiras e bolsinhas (volume das pálpebras inferiores). Se antes esses sintomas eram discretos, depois de um determinado momento se potencializam – o que para algumas mulheres acontece com 40, para outras aos 45 anos e ainda tem aquelas sortudas que somente aos 50 anos começam a lidar com as inevitáveis rugas. E, nessa batalha de disfarçar os sinais que passam a ficar evidentes, a maquiagem pode ser uma grande aliada, principalmente dos olhos, que estão em uma região muito “solicitada” do rosto – se movimentam muito, ficam expostos e têm pele frágil.

    É na região dos olhos que aparece grande parte dos problemas estéticos que surgem com o tempo: pés-de-galinha, rugas de expressão, bolsas, olheiras e pálpebras caídas. Um verdadeiro sufoco para camuflar, mas com técnicas adequadas pode ficar fácil e bonito. “Sem dúvida é uma área mais vulnerável, que requer uma maquiagem correta para um resultado positivo de beleza e rejuvenescimento”, diz o make up artist, parceiro da marca americana Mary Kay no Brasil, Wilson Eliodorio, de São Paulo. É Eliodorio quem, a seguir, ensina alguns truques essenciais para quem começa a ter problemas para corrigir imperfeições e realçar os olhos na hora do make.

    • Pálpebra caída: Um toque escurinho, com sombra marrom ou grafite claro, no côncavo disfarça bem. Basta esticar a pálpebra, aplicar até ultrapassar o limite de onde a pele começa a cair. O efeito visual é de não enxergar a linha da “queda”.
    • Bolsas (volume nas pálpebras inferiores): Durante a maquiagem, e até um pouco depois, tome uns três ou quatro copos de água. O efeito diurético dá uma desinchada e alivia bastante o sintoma.
    • Rugas: Um bom primer resolve. Mas um cosmético redutor de linhas imediato, com efeito cinderela, é fatal. “Esse produto, à base de preenchedores potentes, age em poucos minutos e alivia os sinais”, disse Eliodorio.
    • Olheiras: Um corretivo de qualidade é tudo que você precisa para camuflar esse problema. “Mas atenção, pois com o intuito de eliminar a região mais escura, algumas mulheres exageram e acabam causando o efeito panda invertido [quando a área dos olhos fica mais clara que o resto do rosto], que compromete a maquiagem”, disse o maquiador.
    • Olhar cansado e abatido: Além de ter uma boa noite de sono (isso é tudo para amenizar o cansaço), tomar um bom banho para relaxar a musculatura e usar o truque da água gelada é infalível. “Mergulhar o rosto por segundos em uma bacia de água bem gelada é um verdadeiro bálsamo para aparência abatida. Renova as células, ativa a circulação e dá uma animada no olhar”, falou Wilson.

    Passo a passo ensina a valorizar os olhos

    Foto 1 de 35 – A pele da empresária Graziela de Vita, 50, está muito bem tratada, mas na região dos olhos tem rugas de expressão. Dá para perceber também um leve volume na pálpebra inferior e manchas de sol na testa e lateral do rosto Patrícia Araújo/UOL

    Tratar é preciso

    O efeito visual de beleza e saúde da pele vem à tona quando alguns cuidados são feitos antes da aplicação da maquiagem como, por exemplo, a aplicação de um bom hidratante ou gel e, claro, de um primer.  “Espere no mínimo dois minutos entre a aplicação do hidratante, do gel refrescante e do primer. Esse tempo é importante para os produtos agirem e secarem”, disse o maquiador. Manter a sobrancelha feita também é importante. “Isso realça a maquiagem dos olhos. Pêlos excessivos ou desalinhados deixam o olhar para baixo, triste. Sem contar que envelhece. Limpo, o olhar fica mais sinuoso e definido”, disse o especialista.

    O cosmético certo

    A consistência e a maneira de aplicar os produtos também fazem a diferença para um resultado mais natural da maquiagem, fator essencial quando os sinais da idade são evidentes.  “O efeito visual deve ser seco, mas na hora de aplicar os produtos é importante ter textura cremosa para facilitar a aplicação e espalhar melhor. O ideal é utilizar um pingo de gel antes no pincel, para diluir as sombras em pó, por exemplo. Base e corretivo devem ser cremosos, mas com textura fina e suave, com alta fluidez, que favorecem o aspecto seco, já que não acumulam. Assim, não pesa e nem deixa a pele carregada”, disse Wilson, enfatizando que é necessário uniformizar o tom da pele do rosto com a do pescoço, seja aplicando base ou o pó que vai dar a cor predominante na face. “Produtos com fator de proteção solar também são indispensáveis”, lembrou o maquiador. Para quem já tem uma base cremosa, mais consistente, Wilson dá uma dica: “na hora de aplicar, misture com um pouco de hidratante facial. Isso dilui a textura densa e ainda trata a pele”. “Mas atenção: o que mais define o que é melhor para cada pele é a sensação de conforto. Se a pessoa ficar incomodada, como se estivesse com uma máscara, certamente é porque houve exagero na quantidade ou está usando maquiagens com consistência que pesa”, disse.

    O poder dos pincéis

    Essa ferramenta que os maquiadores usam é fundamental para deixar o make impecável e as mulheres devem lançar mão desse recurso no dia a dia. “Utilizar um pincel é sempre mais adequado, facilita para espalhar e ainda dosa melhor a quantidade de produto que se aplica. É uma ferramenta muito útil. Os dedos alteram a cor dos produtos, já que é comum fazer uma sobreposição de tons e o Ph da pele. Por isso, é melhor evitar”, disse Wilson. Se você é daquelas que não domina a espátula de cerdas, o especialista ensina um truque eficiente: “comece com apenas um pincel, aquele que você mais gosta, pode ser de blush, sombra, qualquer um. Depois, com o hábito, você mesma vai sentir necessidade de aplicar todos os produtos com um pincel adequado”.

    Os tons certos

    Algumas cores de sombra favorecem a pele madura, como o marrom e o grafite. O preto normalmente é bom para definir o contorno do olho, na hora de fazer um traço “gatinha” ou para dar profundidade, sempre com lápis. Mas é uma cor que deve ser evitada na pálpebra para não pesar o visual. “Mais importante do que a cor é a textura mate. Esse tipo de cosmético é o melhor, é mais fácil de deixar o tom uniforme. As cintilâncias devem ser usadas com muita parcimônia, em pontos específicos, como a parte interna dos olhos, mas mesmo assim não é para todo mundo que fica bem. É mais fácil errar do que acertar quando se usa cintilância, o mate é mais neutro, mais fácil de dominar”, explicou Wilson Eliodorio.

    Fuja dessas armadilhas

    Como vimos, para maquiar a pele mais marcada pelo tempo é possível lançar mão de diversos truques eficientes. Em compensação, alguns hábitos acabam colocando tudo a perder. Veja a seguir o que você, que já tem as marcas de expressão mais evidentes, deve evitar ou valorizar na hora de se maquiar:

    • Antes de arriscar uma novidade pense bem para saber se aquilo funciona na sua pele,no seu formato de olho ou mesmo com a sua personalidade. Nessa fase da vida, é possível saber exatamente o que funciona e o que não funciona. Por outro lado, para saber sobre algo novo, vale a pena experimentar antes de comprar. Quase todas as marcas de maquiagem oferecem mostruário nos pontos de vendas. Não hesite em testar para ver se combina com o seu jeito e visual.
       
    • Cuidado com o excesso de pó.Ele resseca muito e tende a deixar a pele craquelada. Se a intenção é cobrir marcas de expressão, secar-se demais acaba evidenciando os sinais.
       
    • A cor da base muito distante do tom original da pele também é um deslize. Deixa o visual carregado.
       
    • Evite o efeito panda invertido.Não exagere no corretivo na hora de disfarçar as olheiras. Fica pior.
       
    • Outro exagero que é muito comum é com o pó bronzeador. Como a maioria das mulheres toma sol no corpo e usa filtro solar no rosto – para manter a harmonia e deixar o rosto “parecer” bronzeado –, elas acabam errando na mão ao aplicar esse produto. Resultado: uma pele brilhante. Pois grande parte dos pós “bronzants”é nacarada (com pontos de brilho), daí o efeito intenso de brilho, que em excesso não fica bem, principalmente para mulheres mais velhas.
       
    • Gloss cintilante e pó nacarado jamais.Esse tipo de cosmético é indicado para pessoas jovens. Mulheres mais velhas devem sempre prezar pelo efeito fosco, seco, sem brilho. Resumindo: o menos é mais. 
    • FONTE http://estilo.uol.com.br/beleza/ultimas-noticias/redacao/2011/03/04/saiba-como-realcar-os-olhos-quando-as-marcas-comecam-a-aparecer.htm
    • espero que tenham gostado.beijos!
    Publicado em MAQUIAGEM | Marcado com | Deixe um comentário

    DICAS DE MAQUIAGENS PARA AS PERNAS

    Se nos anos 1980 e 1990 eram as meias-calças no tom de pele a arma secreta das famosas para deixar a pele uniforme e lisinha na avenida, nos anos 2000 a maquiagem é a responsável por camuflar defeitos e dar o retoque final às pernas (em geral mais malhadas do que antigamente) do Carnaval.

    O recurso não é exclusividade das beldades destaques de escolas de samba. Maquiadores escondem as imperfeições de modelos há tempos em editoriais, campanhas e desfiles de moda. Para cair na folia – seja no clube, no bloco ou na avenida – as pernas ganham sombras metalizadas, base, corretivo, spray de cabelo (sim, para ser usado na pele!) e para, literalmente, brilhar, muita purpurina.

    Para o dia a dia, basta saber usar, nas pernas, os mesmos produtos utilizados no rosto da maneira correta. A seguir, o maquiador Celso Kamura, de São Paulo, ensina os truques de como ficar com pernas de revista.

     É comum maquiar as pernas das modelos na passarela e em campanhas de moda. Qual o principal efeito?

    Celso Kamura: A intenção, neste caso, é a mesma das mulheres comuns que não estão em revista nem na passarela e também o mesmo propósito da maquiagem facial: camuflar pequenas imperfeições como vasinhos, veias ou algum roxinho. Tem como amenizar até flacidez e celulite, tanto os furinhos como a pele flácida, podem ser facilmente disfarçados com spray de cabelo, muito bem espalhado. O produto, que forma um filme sobre a pele, dá a sensação visual de amenizar esses problemas.

    A maquiagem de pernas é um truque que funciona no dia a dia? Como fazer para não ficar artificial?

    C. K.: Funciona bastante. As mulheres estão sempre com alguma mancha na pele, muitas vezes a perna está bonita, bronzeada, hidratada, mas tem lá um roxinho. Nesse caso, basta camuflar. Para esconder um machucadinho ou hematoma é só aplicar um pingo de corretivo na região e depois passar um óleo corporal, com cuidado para não remover o cosmético. Se passar o óleo antes, o corretivo não vai aderir bem à pele, por isso é preciso cuidado. O segredo é acertar o tom do corretivo com o que será disfarçado. Por exemplo, manchas avermelhadas, como hematomas, o certo é aplicar uma gota de corretivo amarelo na região; para os sinais mais escuros, como roxos, vasinhos arrebentados e hematomas mais profundos, usar corretivo lilás. Depois tem que aplicar um corretivo da cor da pele por cima e espalhar bem, tomando o cuidado de não retirar o de baixo e mantendo o tom da pele uniforme.

     Que tipo de make cai bem no carnaval? Quais efeitos são possíveis de fazer?

    C. K.: Tem vários. Na verdade, o limite é a imaginação, a criatividade de cada um. Antes de qualquer coisa, a pele precisa estar muito limpa e bem hidratada. Os desenhos e grafismos das meias finas podem ser reproduzidos em uma das pernas: xadrez, linhas diagonais, listras, espiral, vale tudo. A cor também pode ser qualquer uma, de acordo com a preferência da mulher: os tons da cor da pele (feitos com base cremosa) produzem um efeito sutil; tem a opção de colorido (feito com sombras de diferentes cores ou apenas uma), para quem gosta de arriscar mais; e, por fim, o preto, clássico, seguindo a mesma linha de desenhos, que fica muito legal também, feito com delineador plástico (comprado em lojas que vendem produtos orientais). Outra coisa divertida de fazer com delineador são efeitos tribais, indianos. Um desenho indiano, vertical, nos pés, que abrange parte do tornozelo, como as mulheres indianas fazem, fica incrível. Por fim, um clássico, mas com belíssimo efeito, que sempre faz bonito: acrescentar purpurina ao creme hidratante e espalhar pelo corpo todo – a proporção vai depender da intensidade de brilho que se deseja. Mas para o carnaval vale a pena caprichar, o truque é espalhar bem para que nenhuma região fique sem os reflexos nacarados.

     Tem alguma dica para não manchar a roupa?

    C. K.: Infelizmente não. Nem os cosméticos à prova d’água têm essa propriedade, de não sair na roupa. É só aplicar com cuidado e sem exageros e dependendo da roupa aplique antes ou depois – se o look usado for mais curto, sem cobrir muito a pele é indicado fazer antes. Se a roupa for cobrir mais, é bom fazer depois para evitar maquiar as áreas que não ficarão expostas. Vale lembrar que o excesso de produtos na maquiagem de pernas é proibido porque só atrapalha o aspecto natural.

     Na sua opinião, que efeito é mais bonito e natural?

    C. K.: O bronzeado. Basta passar uma base líquida bronze muito bem espalhada. Dá um colorido e elimina aquele aspecto branco total. Outro truque bacana é o brilho sutil, que fica lindo e é muito sexy. A dica é colocar sombra em pó metalizada no creme hidratante e aplicar na pele. Os tons que ficam mais bonitos são: dourado, cor da pele e bronze. Fica incrível. Mas atenção: tanto no efeito de bronzeado quanto de brilho é bom cuidar para não ficar com as pernas “iluminadas” e deixar os braços brancos, sem graça. O ideal é fazer o mesmo nos braços, para ter harmonia

    ESPERO QUE TENHAM GOSTADO BEIJOS!

    Publicado em CORPO, MAQUIAGEM, Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário

    PEQUENAS ATITUDES PODEM TURBINAR OS EFEITOS DA SUA DIETA

    Você segue a dieta, mas fica desesperada na frente do espelho com aquela calça que queria tanto usar e ainda não serve? Calma, os resultados não surgem de um dia para outro. Mas é possível dar uma ajudinha para o corpo, adotando pequenos hábitos que facilitam a digestão e farão a boa forma não ser algo tão distante.

    Mudança de hábito
    Comece o dia comendo frutas. Nada de pular o café da manhã, achando que assim vai emagrecer. O efeito é o contrário, seu corpo passa a economizar energia e armazenar gordura. Então, aproveite que as frutas são ricas em vitaminas, minerais, água e fibras.

    Comer de três em três horas tem sido o recomendado por nutricionistas. Um pequeno lanche entre as refeições mantém o metabolismo acelerado. Nesse quesito podem ser incluídos na dieta biscoito integral, iogurtes com baixo teor de gordura, barras de cereais, iogurtes desnatados (com baixo teor de gordura), e até mesmo mais frutas. São alimentos que não vão comprometer a dieta e darão sensação de saciedade.

    Beba muita água. O recomendado por dia são 8 copos, o que equivale a dois litros. No verão, é necessário tomar mais que isso para manter o corpo hidratado. Quem pratica atividade física também tem que aumentar a dose. O corpo precisa de água para uma série de funções importantes: eliminar as substâncias tóxicas do organismo através da urina, evitar uma alta concentração de sais, manter o volume sanguíneo, e repor o líquido perdido através do suor e urina. Quanto mais alimentos ricos em água ingerir, menos copos precisará beber.

    Quando você vai a um restaurante, muitas vezes eles começam a servir as refeições pela salada. Devorá-las primeiro é um bom hábito, seja no almoço ou no jantar pois, de acordo com os nutricionista, verduras e legumes têm poucas calorias, são ricas em fibras, água e são o segredo para aumentar a saciedade, diminuindo assim a quantidade de alimentos que serão ingeridos depois.

    Autodidatismo na dieta
    Um truque que não causa tanto impacto aparente na dieta, mas traz bons resultados é reduzir apenas 100 calorias por dia na sua alimentação. Parece pouco, mas pode levar a uma redução de 5 quilos por ano, levando-se em conta que o ganho de peso é gradativo. A atitude também ajuda a manter o peso já conquistado, no caso de quem atingiu o resultado que queria.

    Mesmo com uma dieta passada por nutricionista, às vezes sua necessidade de vitaminas pode não ser totalmente preenchida. Vale tomar um multivitamínico uma vez por dia. As vitaminas previnem doenças como osteoporose, câncer e cardiovasculares. No entanto, cuidado para evitar excessos.

    Mexa-se e acelere o emagrecimento
    Faça exercícios, sempre. Se você não tem dinheiro para frequentar uma academia, improvise com uma boa caminhada ou corrida. Caso more perto do trabalho, da faculdade ou da escola, saia de casa um pouco mais cedo e vá a pé. Com uma boa música e o pensamento em coisas boas, você nem percebe que está andando.

    Antes de se exercitar, consuma carboidratos. Malhar em jejum faz o corpo gastar os músculos, já que, se não há açúcar disponível, o organismo utilizará proteína muscular para obter energia, o que compromete o resultado que se espera. Uma hora antes da atividade, coma um alimento rico em carboidratos como pão, biscoitos e frutas.

    Depois do exercício, é hora de repor a glicose gasta e oferecer proteínas ao organismo utilizar nos músculos. Consuma carboidratos e proteínas. Pão, batata, macarrão, arroz, legumes, frutas são alimentos ricos em carboidratos. Já, as proteínas podem ser encontradas no leite e seus derivados, nas carnes e leguminosas (feijão, grão de bico e soja, por exemplo).

    Publicado em CORPO, dietas, SAUDE | Marcado com | Deixe um comentário

    DICAS PARA PROTEGER OS CABELOS NO VERÃO

     

    Não deixe de se divertir,nem de tomar banho de piscina nem de praia por causa dos cabelos,basta tomar alguns cuidados e pronto!a diversão esta garantida.Quando vou a praia uso e abuso do leave-in,passo antes de entrar no mar,e depois porque o contato com areia tambem agride o cabelo,O leave-in alem de proteger tambem hidrata os cabelos,aí vai mais algumas dicas.

    Sol, mar e piscina são apenas alguns fatores que agridem os cabelos durante o verão, os deixando quebradiços, opacos e muitas vezes amarelados. Para ajudar você a entender porque isso ocorre e como manter o cabelo lindo e saudável apesar destes problemas característicos dessa época do ano, listei nesse artigo algumas dúvidas que ouço mais frequentemente das minhas clientes.

    1 – O que acontece com os fios quando eles ficam muito expostos ao sol? Perdem queratina? Ficam desnutridos?

    Na exposição solar muito intensa, os fios de cabelo ficam muito frágeis, separando as células que formam a cutícula do fio, fazendo que os desidratem, fiquem quebradiços, opacos e, às vezes, amarelados. Para fugir desse problema, é importante lembrar que o cabelo também deve ser protegido do sol, com uso de chapéus, bonés além da não exposição no período de pico do sol.  

    Lavar os cabelos todos os dias não causa nenhum dano, desde eles não fiquem molhados por muito tempo ou haja movimentos muito bruscos na hora de secar e pentear o cabelo.

    2- Os cabelos tingidos e descoloridos são os mais atingidos pelo desgaste causado pelo sol e cloro?

    Isto é verdade e ocorre porque estes cabelos durante o processo químico em questão, já tiveram estas células da cutícula fragilizadas e separadas, os que os tornam mais propensa a estas agressões solares.

    3- Depois do banho de mar/piscina, qual o principal cuidado com os fios para que eles não ressequem?

    Eles precisam ser lavados com água em abundância, usando, além do xampu, um creme condicionador específico para cada tipo de cabelo. Se o cabelo for naturalmente ressecado e/ou com tendência a fragilidades, o ideal é complementar o tratamento com um creme hidratante pós-lavagem.

    4- Faz diferença sair ao sol usando um creme tipo leave-in com protetor solar?

    Na realidade, o uso de fotoprotetores nos produtos capilares ainda é contraditório. Ninguém sabe se funcionam e para que funcionam. Mal, pelo menos, não fazem.  

    5- Por que os cabelos claros ficam esverdeados? É o cloro ou o sol o “culpado” por isso?

    Na realidade, o cloro não tem nada a ver com isso. O que deixa o cabelo esverdeado é o cobre, presente nas piscinas, geralmente desprendido na água pela própria tubulação que leva água à piscina.

    6- Há alguma receita caseira para tirar essas cor esverdeado do cabelo?

    Sim. Lavar os cabelos abundantemente com uma colher de vinagre em um copo de água ajuda a tirar a cor verde do cabelo,vinho tambem ajuda a tirar o verde dos cabelos.

    7- Faz mal lavar o cabelo todo dia?

    Não, desde que este seja muito bem secado e que, neste ato, não haja movimentos bruscos de secagem, por exemplo, penteá-los vigorosamente com eles ainda molhados, o que pode quebrá-los e soltá-los da raiz.

    8- A frequência de hidratações nos dias quentes precisa ser maior?

    Não. O importante é continuar hidratando o cabelo, com a mesma frequencia dos outros dias do ano.  

    9- Quais os produtos mais indicados para o cabelo no verão?

    Um bom xampu, específico para cada tipo de cabelo, associado ao uso de um condicionador e, no caso dos cabelos quebradiços, ressecados, tingidos ou frágeis, o uso semanal de uma máscara capilar.

    10- Por que aparecem as pontas duplas?

    As pontas duplas ocorrem devido ao hábito de pentear os cabelos frequentemente, ainda mais com os fios molhados. Isto fratura os fios, deixando-os abertos na extremidade. Bater um ovo, com o conteúdo de uma folha de babosa e uma colher de café de mel, passando no cabelo e lavando-o após uma hora, com um xampu específico para este tipo de dano capilar, pode ser útil.

    COM ALGUNS CUIDADOS BASICOS A DIVERSÃO ESTA GARANTIDA,ESPERO Q TENHAM GOSTADO DAS DICAS,BEIJOS!

    Publicado em cabelos, mitos e verdades, receitas de hidratação | Marcado com , | Deixe um comentário

    MITOS E VERDADES QUANDO O ASSUNTO É BARRIGA,ESCLAREÇA SUAS DUVIDAS

    Todo mundo conhece uma receita para emagrece e perder a barriga. Apelar para cintas compressoras, roupas que estimulem o suor na região da cintura e equipamentos específicos para fazer abdominais são algumas medidas recomendadas por aí. Mas será que elas surtem efeito? Para tirar a dúvida, o UOL Ciência e Saúde ouviu especialistas no assunto e conta, a seguir, o que é mito ou verdade.

    1 – Vinagre de maçã ajuda a diminuir a gordura e afinar a silhueta

    Mito. Segundo o endocrinologista Marcio Mancini, do Hospital das Clínicas de São Paulo e da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (Sbem), nehum tipo de vinagre ajuda a diminuir a gordura. O mesmo vale para o suco de limão.

    2 – A Caralluma Fimbriata e outros produtos vendidos para emagrecimento possibilitam a perda de peso sem regime

    Mito. Mancini avisa que a Caralluma não é remédio, mas um suplemento alimentar que nem possuía registro na Anvisa e estava sendo vendido ilegalmente no Brasil. Ele explica que outros remédios existentes no mercado tentam, de alguma forma, ajudar a controlar os hábitos alimentares, ou a eliminar parte da gordura ingerida (sem deixar que seja absorvida). De acordo com o médico, eles auxiliam, mas não resolvem o problema sozinhos.

     3 – É possível perder gordura numa parte específica do corpo com exercícios localizados

    Mito. Exercícios localizados utilizam gordura fornecida pela corrente sanguínea e não pelo tecido adiposo da região que está sendo trabalhada. O que é possível com esse tipo de exercícios é fortalecer a musculatura da área treinada. Com a musculatura tonificada, a região fica mais “durinha”, o que pode melhorar a aparência.  Segundo Mancini, se a pessoa vai emagrecer mais no abdômen ou nas coxas, isso vai depender da predisposição genética de cada um.

     4 – É possível perder gordura só na barriga

    Mito. Mancini explica que as pessoas primeiro engordam na periferia do corpo (embaixo da pele, nos membros, nádegas, quadris), mas elas têm uma capacidade determinada geneticamente para ganhar peso nessas regiões. Depois que as células gordurosas da periferia ficam repletas, começa a ser armazenada gordura no abdômen, tanto embaixo da pele como profundamente, nos vasos e nos órgãos.

    Algumas pessoas praticamente não ganham peso na periferia (em geral homens de pernas finas, que quando engordam ganham peso no abdômen) e outras podem ganhar muito peso na periferia (em geral mulheres de quadris e coxas avantajados, que não engordam muito no abdômen). Para emagrecer, o processo é o mesmo.

     5 – A caminhada é melhor que a corrida para queimar barriga

    Mito. Mancini comenta que caminhar é ótimo, mas evidentemente correr aumenta mais o gasto calórico do que andar. A corrida é um exercício mais intenso que a caminhada e por isso causa um maior gasto calórico e consequente emagrecimento.

    É claro que tudo depende de quem está praticando. Para os mais sedentários, com menor condicionamento físico,  a corrida pode ser um exercício intenso demais, e a pessoa não consegue manter o tempo suficiente para o emagrecimento. Nesse casos, a caminhada é mais indicada.

    Também em obesos e pessoas com problemas no aparelho locomotor, a corrida pode ser contraindicada por causa do impacto, sendo a caminhada uma boa opção (dentre outras).

    6 – Os exercícios aeróbios são melhores pra perder gordura que os exercícios anaeróbios (como a musculação)

    Parcialmente verdade. Os exercícios aeróbios são muito importantes para a saúde cardiovascular e, especialmente nos dois primeiros meses, muito eficientes para e perda de peso.

    Mas, como mostra o professor Paulo Gentil, do Grupo de Estudos Avançados em Saúde e Exercícios (Gease), em seu livro “Emagrecimento: quebrando mitos e mudando paradigmas”, os exercícios anaeróbios intervalados (como por exemplo alternar 1 minuto de corrida na maior intensidade possível e 1 minuto de caminhada para descanso) se mostraram mais eficientes que os aeróbios em períodos superiores a dois meses. Mesmo nos dois primeiros meses, os exercícios intervalados apresentaram resultados semelhantes aos aeróbios, mas com menor perda de massa muscular.

    É importante não confundir perda de peso absoluto e emagrecimento. A perda de massa muscular diminui o peso, mas também diminui o metabolismo, podendo aumentar a tendência a engordar. A manutenção da massa magra é importante para a saúde do indivíduo (como massa magra entendemos tudo que não é gordura, em especial estamos falando de ossos e músculos que são pesados e podem causar diferenças significativas na balança). 

    Os exercícios resistidos (como os de musculação) normalmente não são tão eficientes para a perda de peso quanto os aeróbios e os intervalados. Mas o Mancini explica que, quando se aumenta a massa muscular com os exercícios de resistência, o corpo passa a queimar mais calorias (os músculos utilizam muita energia para se manter). Portanto, os dois são importantes.

    7 – Beber chope e cerveja aumentam a barriga

    Mito. Chope e cerveja têm calorias. Segundo o personal trainer Beto Fernandes, cada grama de álcool tem aproximadamente 7 calorias, e um copo de 300 ml de chope tem algo em torno de 120 calorias. Logo, a bebida ingerida em excesso engorda.

    Mas, como explica Mancini, o indivíduo engorda nas regiões em que é predisposto geneticamente.

    Vale lembrar que os petiscos que acompanham a cerveja também participam desse aumento de consumo calórico.

     8 – Usar cintas compressoras de abdômen ajudam a perder barriga

    Mito. A cinta causa uma compressão local temporária, pode ser a solução para aquela festa onde você precisa estar com a aparência perfeita, mas a longo prazo é preciso se esforçar, cuidando da alimentação e fazendo exercícios. Não há milagres. Mancini diz que com a  cinta você só perde barriga na silhueta.

    Além disso, o uso constante dessas cintas pode causar falta de força na musculatura postural, que acostuma com o suporte extra. O ideal é tentar se policiar para manter a postura e a barriga para dentro, fortalecendo os músculos do abdômen que sustentam a barriga, ajudando a diminuir o volume.

    9 – Fazer longos períodos de jejum ajudam a emagrecer e perder barriga

    Parcialmente verdade. O jejum emagrece, os os quilos voltam rapidamente assim que a pessoa volta a comer, como explica Mancini. Além disso, o jejum prolongado pode oferecer risco de vida.

    10 – Fazer exercício em jejum potencializa a perda de gordura

    Parcialmente verdade. Não há ainda comprovações sobre a eficiência dos exercícios feitos em jejum. Algumas pessoas parecem não se adaptar, apresentando até mesmo desmaios (o corpo induz o desmaio devido a falta de energia disponível) e algumas pessoas apresentam menor desempenho no exercício, pois o corpo diminui o metabolismo.

    Já outros se adaptam bem a esse tipo de treino. Existem pesquisas que demonstram que em jejum a mobilização de gordura para a atividade é maior, mas esse efeito é muito pequeno. Segundo o professor Paulo Gentil, uma forma de explicar por que algumas pessoas conseguem emagrecer se exercitando em jejum é a redução da ingestão calórica diária, pois a pessoa precisa se programar para passar de 8 a 12 horas sem comer, além disso, é necessária força de vontade e disciplina, que podem ajudar na dieta e treinos.

    Para Mancini, o sacrifício não vale à pena: há risco de mal estar, tontura, hipoglicemia.

     11 – Fazer exercício com muitas roupas para manter o calor ajuda a emagrecer

    Mito. Mancini explica que simplesmente suar não emagrece. O mesmo vale para a sauna. Com o suor você perde água, por isso muitas vezes observamos efeito na balança logo depois do exercício, mas você terá que repor posteriormente essa água perdida.

    12 – Exercícios abdominais diminuem a gordura da barriga

    Mito. Fernandes explica que, se a barriga proeminente for fruto de flacidez, o exercício abdominal faz o músculo voltar à posição anatômica normal e o volume diminui. Agora, se a barriga for causada por excesso de gordura, o abdominal não vai adiantar. O gasto calórico nos exercícios abdominais é pequeno, por isso não exerce grande influência no emagrecimento.

    Como resume Mancini, exercícios abdominais fortalecem os músculos. Já os exercícios aeróbicos diminuem a barriga.

    Fontes: Beto Fernandes, personal trainer; Marcio Mancini, médico do Hospital das Clínicas de SP e presidente do departamento da obesidade da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (Sbem); e Paulo Gentil, presidente do Grupo de Estudos Avançados em Saúde e Exercícios (Gease) e autor do livro “Emagrecimento: quebrando mitos e mudando paradigmas”

    * Ceres Prado é jornalista e personal trainer

    Publicado em CORPO, mitos e verdades, SAUDE | Marcado com | Deixe um comentário